01/04/2015

Chega ao fim treinamento de pesquisadores cingaleses

Chega ao fim treinamento de pesquisadores cingaleses

Os pesquisadores do Sri Lanka, Sr. Saliya Jayarathna e Sra. Asha Wijegunawardana concluíram o treinamento realizado em Juazeiro, na Moscamed Brasil.  A capacitação teve início em fevereiro e se estendeu até o fim do mês de março. Os cingaleses vieram por meio da Agência Internacional de Energia Atômica, para aprenderem como é realizada a criação massal dos mosquitos  Aedes aegypit e entender a utilização da Técnica do Inseto Estéril no processo de produção.

Segundo a cientista Asha Wijegunawardana, a Dengue e a Malária são as doenças que mais prejudicam a população cingalesa, com cerca de 30 a 35 mil casos de Dengue registrados anualmente. Após o treinamento a pesquisadora afirmou que o conhecimento adquirido na Moscamed lhe dará mais segurança no combate aos mosquitos selvagens em seu país.

“Depois deste treinameto tenho plena confiança para executar as novas técnicas e expandir as colônias de mosquitos na Unidade de Medicina Molecular, Faculdade de Medicina Ragama em colaboração com a Campanha Anti-Malária, manter um insetário em grande escala e estabelecer a capacidade de preparar mosquitos machos estéreis usando radiações em colaboração com a Agência de Energia Atômica, explicou Wijegunawardana.

Durante a capacitação os cientistas aprenderam a desenvolver todos os processos de produção dos mosquitos A. aegypit, como por exemplo, a alimentação sanguínea das fêmeas do inseto a preparação do lote de machos para liberação, e a separação de pupas masculinas das femininas. Eles aprenderam também sobre o monitoramento e liberaram mosquitos transgênico nas ruas de Jacobina, cidade onde o Prjeto Aedes Transgênico (PAT) é aplicado.

A respeito dos frequentes treinamentos que a Moscamed têm promovido a pesquisadores estrangeiros especializados em mosquitos, a supervisora de campo e liberação do Projeto Aedes Transgênico, Luiza Garziera explicou que “A maior fábrica de mosquito do mundo está sediada na Moscamed Brasil, diante desse fato muitos pesquisadores que trabalham com controle de vetores de doenças têm interesse em conhecer o PAT e, o mais interessante de todo esse processo é uma valorosa troca de experiência”, concluiu Garziera.

Ascom Moscamed


imprimir


Biofábrica Moscamed Brasil - Organização Social reconhecida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pelo Governo da Bahia
Av. C1, 992 - Quadra D 13, Lote 15, Distrito Industrial do São Francisco, Juazeiro - BA - Brasil - CEP 48.908-000
Telefone e Fax: (74) 3612.5399
E-mail: biofabrica@moscamed.org.br

ÓRGÃOS FINANCIADORES E
ALIANÇAS ESTRATÉGICAS
  • governo federal
  • finep
  • banco nordeste
  • cnpq
  • iaea
  • governo bahia
  • secretaria saude bahia
  • secretaria administracao bahia
  • secretaria agricultura bahia
  • adab
  • adagro
  • embrapa
  • esalq
  • icb
  • codevasf
  • adagri
  • uneb
  • inca
  • usda
  • cena
  • univasf
  • usp
  • uesb
  • ufpe
Inovamídia

Moscamed Brasil 2006-2010 - Todos os Direitos Reservados