16/03/2015

Órgão da ONU promove reunião científica, em Juazeiro

Órgão da ONU promove reunião científica, em Juazeiro

Com objetivo de melhorar as técnicas de criação massal de mosquitos para controlar vetores de doenças como dengue, malária e chikungunya, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) realizou a Second Research Coordination Meeting (RCM) -Segunda Reunião de Coordenação de Pesquisa- entre os dias 09 a 13, em Juazeiro/BA.

A AIEA é um órgão internacional autônomo, possui relações diretas com a Organização da Nações Unidas e atua na manutenção do uso seguro e pacífico da energia atômica. De acordo com o gerente da reunião e membro da AIEA, Konstantinos Bourtizis, a Agência desenvolve diversos projetos com o objetivo de controlar a população de insetos que provocam danos à agricultura e à saúde humana, por meio da Técnica do Inseto Estéril (TIE).  

Juazeiro foi escolhida para acolher o evento porque é a cidade onde está sediada a Biofábrica Moscamed Brasil, única instituição no mundo que desenvolve todas as etapas completas no processo de criação de insetos em larga escala, também com a utilização da TIE tanto em moscas quanto em mosquitos.

O presidente da Moscamed, Jair Virginio, destacou que “O Vale do São Francisco e a Moscamed foram esta semana território das Nações Unidas, durante a realização do encontro que contou com a participação dos melhores especialistas do mundo em estudo de mosquito, inclusive do Brasil, representado também por nossa coordenadora do Projeto Aedes Transgênico, Margareth Capurro”, frisou Virginio.

O encontro reuniu cientistas de quatorze países para desenvolver melhores técnicas de sexagem –separação de pupas machos das pupas fêmeas- que otimizem o tempo e reduzam os custos da produção dos mosquitos. Durante o encontro eles estudaram também a possibilidade de elaborar um marcador genético para a diferenciação dos sexos.

Sobre a importância da sexagem na produção massal dos mosquitos, a coordenadora do PAT e integrante da equipe, Margareth Capurro, explicou que “O método que utilizamos para combater os vetores da malária, da dengue e da chikungunya é a liberação de machos estéreis ou transgênicos. Atualmente existe alguma metodologia na sexagem, mas não é satisfatória para a implementação de um grande programa de controle de mosquitos”, declarou Capurro.

Na ocasião os cientistas se organizaram em grupos de estudos com especialidade nas áreas de biologia molecular, genética clássica,  mecânica e comportamento de sexo em separação de mosquitos. Ao final do encontro foram estabelecidas metas de trabalho que darão continuidade às atividades dos pesquisadores em seus respectivos países, até a realização da próxima reunião em 2016.   

Ascom Moscamed

.

 


imprimir


Ver galeria

Biofábrica Moscamed Brasil - Organização Social reconhecida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pelo Governo da Bahia
Av. C1, 992 - Quadra D 13, Lote 15, Distrito Industrial do São Francisco, Juazeiro - BA - Brasil - CEP 48.908-000
Telefone e Fax: (74) 3612.5399
E-mail: biofabrica@moscamed.org.br

ÓRGÃOS FINANCIADORES E
ALIANÇAS ESTRATÉGICAS
  • governo federal
  • finep
  • banco nordeste
  • cnpq
  • iaea
  • governo bahia
  • secretaria saude bahia
  • secretaria administracao bahia
  • secretaria agricultura bahia
  • adab
  • adagro
  • embrapa
  • esalq
  • icb
  • codevasf
  • adagri
  • uneb
  • inca
  • usda
  • cena
  • univasf
  • usp
  • uesb
  • ufpe
Inovamídia

Moscamed Brasil 2006-2010 - Todos os Direitos Reservados