00/00/0000

Fiscal da Adagro realiza mestrado em parceria com Moscamed Brasil

Fiscal da Adagro realiza mestrado em parceria com Moscamed Brasil

 
O Fiscal da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) e mestrando pela Universidade Federal de Viçosa/MG, Paulo França, escolheu a Biofábrica Moscamed Brasil (BMB) para fundamentar a pesquisa de sua tese de Mestrado Profissional em Defesa Sanitária Vegetal, por meio do Programa de Armadilhamento e Controle (PAC) de moscas-das–frutas, que será a principal base de seu trabalho.
 
A partir dos dados de 2009 a 2014, coletados na Moscamed, o fiscal analisará historicamente o monitoramento de Ceratitis capitata em culturas de manga, no município de Petrolina. O objetivo é correlacionar os fatores abióticos (temperatura, quantidade de chuva por unidade de área), bióticos (plantas hospedeiras disponíveis), as práticas de controle atuais adotadas no combate à praga, e às variações sazonais na população das moscas-das-frutas.  
 
Desde 2005, a Moscamed realiza monitoramento ambientalmente seguro nas culturas de manga, uva, melão, maçã, papaia, goiaba e acerola. É a única instituição habilitada pela Adagro para monitorar os pomares em Petrolina. Para a Superintendente da Moscamed Brasil, Carla Santos, o compartilhamento de conhecimentos com pesquisadores de outras instituições é positivo. “Há sempre um benefício no intercâmbio de experiências entre cientistas sejam eles de instituições nacionais ou internacionais. A Moscamed está aberta para novos saberes e novas tecnologias”, afirma Santos. 
 
Regina Sugayama, orientadora do trabalho, considera que a análise permitirá um conhecimento detalhado de como a população de moscas-das-frutas se distribui espacial e temporalmente no Vale. “Usualmente, é utilizado o índice MAD, ou seja, moscas/armadilha/dia, para calcular a densidade da população numa determinada propriedade ao longo da safra. Este é o indicador adotado no mundo todo. No projeto do Paulo, serão utilizadas outras análises além do MAD para entender como a população de Ceratitis capitata vem se comportando ao longo do tempo e no espaço. Esse conhecimento é fundamental para se definir estratégias de combate à praga”, elucida Regina.
 
O mestrado profissional é um novo modelo de tese que aborda a técnica e exige estudos aplicados que serão aproveitados no mercado de trabalho. A Gerente de Defesa e Inspeção Vegetal da ADAGRO, Raquel Miranda, afirma que o resultado das pesquisas de Paulo França terá grande importância na execução de novas atividades no controle de pragas.
 
“Com a pesquisa de França, a Adagro terá informações com as quais será possível desenvolver, por exemplo, uma planilha da flutuação populacional da praga relacionada à época do ano, ao clima, à vegetação e à precipitação pluviométrica, dados ainda não confrontados e que são importantes para melhorar a política fitossanitária do Vale”, explica Miranda. 
 
 
 
Ascom Moscamed

imprimir


Biofábrica Moscamed Brasil - Organização Social reconhecida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pelo Governo da Bahia
Av. C1, 992 - Quadra D 13, Lote 15, Distrito Industrial do São Francisco, Juazeiro - BA - Brasil - CEP 48.908-000
Telefone e Fax: (74) 3612.5399
E-mail: biofabrica@moscamed.org.br

ÓRGÃOS FINANCIADORES E
ALIANÇAS ESTRATÉGICAS
  • governo federal
  • finep
  • banco nordeste
  • cnpq
  • iaea
  • governo bahia
  • secretaria saude bahia
  • secretaria administracao bahia
  • secretaria agricultura bahia
  • adab
  • adagro
  • embrapa
  • esalq
  • icb
  • codevasf
  • adagri
  • uneb
  • inca
  • usda
  • cena
  • univasf
  • usp
  • uesb
  • ufpe
Inovamídia

Moscamed Brasil 2006-2010 - Todos os Direitos Reservados